Um fórum voltado para o universo de Naruto.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Regra de treinamento alterada, confira aqui !!

Atualização de bônus de clã e K.G, confira aqui!
Evento do cristal aqui !!

Compartilhe | 
 

 [Residência] - Isane

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Isane

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 14/02/2015

MensagemAssunto: [Residência] - Isane   Qui Fev 19, 2015 12:08 am


Uma casa comum, encontrada na área onde o que sobrou da família Hyuuga vive.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isane

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 14/02/2015

MensagemAssunto: Re: [Residência] - Isane   Sex Fev 20, 2015 1:16 am

Sentia-me pronta. Tendo passado na academia ninja com louvor, uma nova fase em minha vida tivera início. Há poucos dias, recebera a bandana de Konoha, indicando-me como uma verdadeira kunoichi da vila, uma Gennin. Minha carreira ninja estava apenas começando a partir de então, mas toda aquela sensação de orgulho e dever cumprido já me preenchiam. Contudo, agora que seria tratada pelos demais por igual, em meu clã não seria diferente.

Fora decretado que três dias após minha graduação, faria um treinamento especial onde de uma vez por todas, deveria dominar a ativação do doujutsu caraterístico dos Hyuuga, assim como seu estilo de luta próprio. Claro que ao longo dos anos havia trabalhado em muito nisso. Desde jovens, nós, membros de um dos quatro clãs nobres de Konoha, praticávamos diariamente. Havia passado várias tardes em treinamento com um sensei específico, sendo este Ulren Hyuuga, um membro da família secundária.

Ulren era assim como grande parte do clã devoto a vila e a nossa família. Enquadrava-se como o tipo de pessoa que sacrificaria sua vida sem pestanejar, se isso resultasse no bem das duas coisas que mais prezava. Sempre o admirara. O homem era belo e firme, dominador nato do Juuken, nosso estilo próprio. O modo como ele movia-se e lutava era simplesmente deslumbrante. Por muitas noites eu deitava-me e imaginava quanto tempo demoraria para que eu me tornasse tão habilidosa quanto ele. Tê-lo como sensei para a prática de meus dons naturais era não só sorte, mas sim uma grande honra.

Tudo que havia treinado em sua companhia durante longos anos seria posto a prova naquela manhã chuvosa. As nuvens encobriam totalmente os céus, bloqueando a luz solar sobre a grande Konoha. Trovões ribombavam a medida que relâmpagos desenhavam-se nas alturas. Rajadas de ventos sopravam vez ou outra tão frias que produziam calafrios em meu corpo; o kimono negro infelizmente não aquecia meu corpo de maneira tão excelente a ponto de barrar o frio.

Citando frieza, meus avós passaram por minha cabeça. Ambos estariam presentes no dia de minha provação. Estes que eram rígidos, antiquados e obcecados pela família e a vila. Certamente seus princípios haviam sido passados para mim consequentemente. Desde a menor idade havia sido instruída a tornar-me uma kunoichi poderosa, a qual pudesse proteger os Hyuuga e Konoha em dias de precisão. Em meu intimo, realmente abrigava tais deveres. Minha ânsia por aprendizado se dava justamente devido a este ensinamento me passado.

Naquele minuto, estava esticada em minha cama, acariciando o macio pelo de Crystal, uma gata de estimação. Apesar de sua idade, a felina ainda parecia estar em seus melhores dias; o que não devia ser mentira visto o que devia ter passado na vida. Crystal era uma gata ninja, companheira de minha avó durante sua carreira como kunoichi. Vovó havia me contado inúmeras histórias de missões que encararam juntas, cada uma mais aterrorizante e empolgante que a anterior.

Infelizmente, em certo momento, Crystal fora pega por alguma técnica tão repudiante e sombria que acabara sofrendo alterações mentais. Desde então, a felina não pronunciou uma só palavra e pareceu ter esquecido todas suas habilidades. Agia como uma gata comum de estimação, o que fazia-me sentir pena. Devia ser realmente horrível sofrer um distúrbio que lhe fizesse esquecer quem era e perder tudo o que praticara durante um longo tempo em sua vida; só de imaginar tal situação, meu corpo tremia.

Meus pensamentos foram levados até meus pais, estes que só conhecia por fotos. Ambos pareciam imponentes e ao mesmo tempo bondosos. Vovô me dissera que eles haviam falecido em missão quando eu ainda era uma bebê de colo, mas nunca me dera detalhes. Parecia sempre incomodado ou ressentido quando o assunto era meus pais. Nunca o cobrara sobre maiores explicações, afinal perder seu único filho junto da mulher dele deve ter sido um grande trauma. Ainda assim, naquele dia em especial, pedia força a ambos meus criadores, esperando que estivessem em algum lugar acompanhando minha luta diária para tornar-me uma mulher de fibra.

Aliás, você pode estar confuso me vendo falar sobre tudo dessa maneira tão adulta e pouco informal. A verdade é que tendo sido criada por meus rígidos avós, acabara desenvolvendo uma maturidade que outros adolescentes ainda não dispunham. Na maioria das vezes eu era uma garota séria e firme, levando todos os assuntos a sério quando deviam ser levados. Talvez isso não seja uma coisa ruim visto o caótico mundo que vivemos atualmente.

Perdida em pensamentos naquela manhã, meus atenciosos olhos voltaram-se a porta de madeira rústica do quarto, que abria-se lentamente. Certamente alguém devia ter batido, mas não prestara atenção por estar presa na correnteza de minha mente. Lenna, uma espécie de mãe para mim adentrou o cômodo. Ela também era uma Hyuuga, supostamente capaz de fazer alguns truques, mas dedicara sua vida a cuidar de mim mesmo antes de eu ter consciência real do mundo. Sempre fora uma mulher bondosa, atenciosa e preocupada comigo. Era também quem me educava em tudo relacionado a escola, como leitura, escrita e outras coisas que ambas nós, assim como minha avó, achávamos importante.

- Está pronta, querida? Faltam apenas dez minutos.

Respirei fundo, reunindo minha habitual determinação e sentei-me na cama, colocando meus pés em contato com o chão, este coberto por um tapete antigo.

- Estou um pouco nervosa, mas isso não irá me impedir de nada. Você irá acompanhar tudo, não vai?!

Ela lançou-me seu típico sorriso que exalava compaixão. Seus olhos albinos de alguma maneira expressavam ternura e também um certo orgulho.

- Claro que estarei lá. Nunca te abandonarei, ainda mais em momentos importantes como este. E então, vamos?

Por mais uma vez preenchi meus pulmões com uma grande quantia de ar, e o exalei na sequência. Levantei-me determinada, caminhando em direção a porta. Estava na hora de provar aos demais Hyuuga que eu, Isane, poderia ser tão boa quanto qualquer um deles, ou até mais.

[...]

Conseguia ver perfeitamente a circulação de chakra de Ulren, o homem que me treinara desde os sete anos. Minhas palmas estavam abertas, meus braços arqueados na maneira adequada, assim como meus pés bem posicionados. Dois metros a minha frente, o Hyuuga estava prostrado quase que da mesma maneira. Seus olhos e sorriso passavam-me confiança e ainda mais determinação. Havia conseguido ativar meu doujutsu e o manter sem nenhuma dificuldade; coisa que aperfeiçoara cerca de seis meses atrás. Podia ver o chakra circulando em seu interior, o que era uma das habilidades do Byakugan.

Havíamos travado apenas um minuto de combate corpo-a-corpo e estávamos nos estudando no momento. Ao nosso lado, sentados, estavam os membros mais velhos da família e influentes da família, dentre eles meus avós. Lenna assistia a tudo com as mãos cruzadas, torcendo para que tudo desse certo. Era impressionante como aquele doujutsu permitia-me ter uma percepção maior de toda uma cena na qual me encontrava. Mesmo tendo prestado atenção nas coisas citadas, não tirara sequer uma vez Ulren, meu sensei, de meu alcance visual. O que fora ótimo, visto que ele decidira iniciar toda uma nova remessa de ataques.

Suas palmas avançaram em união contra mim. Julgando sua posição e abusando da percepção disponibilizada pelo Byakugan, notei que seu alvo era meu peito. Com ambas as mãos, golpeei as costas das suas, levando-as para baixo. Segui deixando apenas a esquerda ainda sobre elas, usando a outra livre para investir diretamente em seu ombro direito. Ele era mesmo bom. Forçou meu punho que o atrasava para cima, tendo tempo o suficiente para aparar meu golpe.

Foi então que decidi já estar na hora de por em prática uma das exigências daquele teste. Posicionei-me da maneira correta, e assim como me fora ensinado diretamente por Ulren, segui numa sequência de sessenta e quatro golpes tendo como alvo seus tenketsus. Com a união dos dedos indicador e médio, ataquei-o incessantemente até que toda a sequência de investidas se tornasse completa. Obviamente, o homem defendeu cada ataque utilizando sua grande percepção e maestria em taijutsu. Ainda assim, a exigência havia sido comprida, faltava apenas ter agradado aos que assistiam.

Exigindo um pouco de mim, talvez para mostrar que não estava pegando leve, Ulren arremessou uma série de kunais contra mim. Sabia o que aquilo significava. Concentrei meu chakra de maneira que conseguisse expelir pelos poros de meu corpo, enquanto girava em torno de mim mesmo; movimento conhecido como rotação.

- Hakkeshou Kaiten!

De átimo uma espécie de defesa formou-se. Esta era nomeada a defesa perfeita do clã Hyuuga, que cobria até mesmo a fraqueza de nosso doujutsu; um ponto que não conseguíamos enxergar. Defendera-me de todas as armas lançadas e fiquei impressionada como conseguira aquilo tão repentinamente e sem um grande preparo anterior, mas notei que quase no final da execução da rotação, ela falhou.

Fiquei nervosa, mas não deixei que isso me impedisse de continuar.

Se eu fosse lhe contar todo o combate detalhadamente, acabaria esquecendo algo e ao mesmo tempo lhe confundido totalmente. O que posso dizer é que houve um momento em que trocamos golpes em velocidade tão avançada, que nem eu acreditava estar sendo capaz de tal feito. Sem sombra de dúvida os anos de treinamento naquela arte resultaram em alguma coisa. Sentia que dominava o Juuken como as palmas de minhas mãos, estas que eram usadas para cada novo ataque.

Meu coração batia acelerado, meu corpo pedia cada vez mais por novos golpes da parte de Ulren. Apesar de minha expressão séria e determinada, um leve sorriso de canto de boca transpassava minha emoção. A luta só tornava-se mais empolgante a cada segundo, mas então foi cessada repentinamente. Um dos membros antigos do clã havia erguido uma mão, indicando que estava satisfeito com o que havia presenciado. Este compartilhou algo em sigilo com a senhora ao seu lado, que sussurrou no ouvido de minha avó, que por vez, passou a informação ao meu avô.

Sua voz grave e rouca cortou o grande salão.

- Isane Hyuuga. O conselho chegou a conclusão de que você domina perfeitamente o necessário para ser uma verdadeira representante de seu clã. A partir deste dia, estará liberada para seguir com sua carreira ninja, aperfeiçoando-se e tornando-se melhor a cada sol, da maneira que achar melhor. Parabéns.

Embora vovô fosse um homem sério, podia jurar que ele sorrira ao terminar seu pronunciamento. Mantendo minha postura, não pude comemorar de maneira melhor a não ser curvar-me diante dos Hyuuga anciões, agradecendo por tudo. Após a saída destes, Ulren me saudou.

- Estou orgulhoso de ver que todo o treinamento valeu a pena. Um dia você será mais habilidosa do que eu, acredite.

Lenna, que esperara a ausência dos conselheiros, correra e me abraçara, sem dizer uma só palavra. Sorri enquanto retribuía seu ato de carinho, chegando a quase chorar com tudo aquilo. Conversamos os três por um bom tempo, permitindo-me rir e soltar-me um pouco mais diante de amigos tão queridos, eram como uma família para mim, afinal éramos todos parte do clã Hyuuga.

Longos minutos após, era hora de eu partir dali com alguns objetivos. Tomaria um relaxante banho, trocaria minhas vestes por outras iguais e seguiria pela vila, como uma verdadeira Hyuuga.



Citação :

Byakugan
(Olho Branco)
Quem Usa: Clã Hyuuga e Ao
Primeira Aparição: Capítulo 41
Distância: Todos os alcances
Selos: Não requer selos manuais
Nota: Usando o Byakugan constantemente durante um período muito longo de tempo provoca tensão ocular grave, como visto com Neji Hyūga, que naquele momento, não podia dizer a diferença entre Kiba Inuzuka e Akamaru. Essa condição, entretanto, não é permanente.
Rank: A
Descrição:

A habilidade primária do Byakugan dá ao utilizador um campo de visão perto de 360º, exceto em um ponto cego na parte de trás do pescoço, por cima da primeira vértebra torácica. Após a ativação do dōjutsu, é concedido automático ao usuário uma visão de 50 metros de campo de visão em torno de si, que pode ser estendida a seu critério. A segunda habilidade é ser capaz de ver através de objetos sólidos, bem como algum grau de mira telescópica. Ele também pode ver através da maioria das barreiras, e outras coisas, como cortinas de fumaça, diferenciar entre clones não-corporais e pode ver através de técnicas que poderiam esconder um adversário de visão normal. A distância e o grau de mira telescópica varia de pessoa para pessoa, e pode ser melhorada através de treinamento. Na Parte I, Neji Hyūga foi capaz de ver uma área de 50 metros, mas mais tarde ele aumenta seu alcance visual de pelo menos 800 metros, enquanto Hinata Hyūga na Parte II se estende pelo menos até 10 km. No entanto, o Byakugan não pode ver através de algumas barreiras, como a Shikokumujin usado pelo Quarteto do Som. O dōjutsu também tem a habilidade de seguir movimentos de alta velocidade. A terceira, e um dos maiores usos do Byakugan é a capacidade de ver o chakra, o fluxo de chakra, o sistema de circulação de chakra dentro do corpo com grande detalhe, bem como a cor do chakra. É desta habilidade especial que o Clã Hyūga são capazes de empregar o seu estilo de ataque final: Jūken. Ao contrário do Gōken, que é focado em ferimentos externos, o estilo Jūken se concentra em lesões internas. Cada golpe, quando colocado corretamente, atinge ao longo do sistema de circulação de chakra, que é a rede de vasos que transportam o chakra. Esta rede está estreitamente ligada com o funcionamento dos órgãos do corpo, e assim, quando o keirakukei tiver danos, os órgãos também sofrem. Não há defesa contra o Jūken, uma vez que não pode treinar órgãos internos para se tornarem mais fortes. A única defesa possível é parar com sucesso os ataques do Jūken de se conectarem. Como o Sharingan e Rinnegan, a capacidade do Byakugan para ver chakra e seu fluxo permite que o usuário detecte barreiras seladas com chakra, bem como determinar quando um genjutsu está sendo usado.


Citação :

Juuken Ryuu
(Estilo do Punho Gentil)
Quem Usa: Clã Hyuuga
Rank: A
Nota: Apesar de ser chamado por muitos de Jyuuken Ryuu, sua escrita certa é
Juuken Ryuu, de acordo com o silabário japonês, talvez pela sua fonética
ou senão pois muita gente traduz o Katakana e Hiragana Ju como Jyu,
tense então no silabário de Kana japonês existem dois seguimentos de "j"
um que se lê normal outro que se lê como se tivesse um "y" como em
Juuken Ryuu.
Nota²: No caso de Hanabi Hyuuga, o rank desce para C.
Descrição: O Juuken é o estilo de luta próprio e único do clã Hyuuga, tido como o
Taijutsu mais forte que existe. O Byakugan vê o fluxo de Chakra. O
usuário do Byakugan se especializa em afetar esse sistema circulatório
de Chakra. Como não se pode treinar essa parte do corpo, é impossível se
defender. Membros mais talentosos veem ainda os Tenketsus, pontos
por onde o Chakra circula e é regulado, num total de 361. Eles fecham
alguns desses Tenketsus, evitando que o oponente use Chakra. É muito
fácil machucar os órgãos internos com o Juuken. Eles usam uma posição de
batalha única, batendo apenas com a palma das mãos ou com os dedos,
liberando Chakra, cortando o interior da pessoa.

Citação :

Chakra Ryuudou
(Visão do Fluxo de Chakra)
Rank: D
Nota: O Sharingan do Clã Uchiha executa a mesma habilidade.
Descrição: Com Byakugan, pelo menos, o Shinobi (Ninja) já é capaz de ver o Fluxo
de Chakra. Isso impossibilita o Shinobi (Ninja) de ser enganado por
Jutsus de camuflagem, e também faz com que seja mais difícil que o seja
pego em algum Genjutsus.

Citação :

Juukenhou - Hakke Rokujuuyon Shou
(Área Gentil dos 8 Trigramas, 64 Palmas)
Quem Usa: Hyuuga Neji, Hyuuga Hinata, Hyuuga Hiashi e Hyuuga Hizashi
Rank: B
Descrição: Quando um oponente está dentro do círculo de ataque, campo de alcance
(Hakke), o ataque começa. Com o Byakugan, o Shinobi pode ver os
Tenketsus, que é onde ele ataca, para fechar 64 dos 361 Tenketsus,
paralisando a circulação de Chakra por um tempo, e ferindo o interior do
oponente ao utilizar o Chakra nos Tenketsus podendo causar hemorragia
interna.
A seqüência de golpes é dada da seguinte forma: Dois golpes:
Ni Shou (ni= dois(2)) Mais dois golpes, totalizando quatro: Yon Shou
(yon=quatro(4)) Mais quatro golpes, um total de oito: Hachi Shou
(hachi=oito(8 )) Mais oito golpes, fazendo um total de dezesseis:
Juuroku Shou (Juu=dez(10) roku=seis(6)=dezesseis(16)) Mais dezesseis
golpes, totalizando trinta e dois: Sanjuuni Shou, San(Três/3) x
Juu(Dez/10) PS.: como vem depois do número básico significa que está a
transformá-lo na sua dezena, logo Sanjuu(Trinta/30)   Ni(Dois/2)=
Sanjuuni(Trinta e Dois/32). Por fim mais trinta e dois golpes, chegando
ao total de sessenta e quatro: Rokujuuyon Shou, Roku(Seis/6) x
Juu(Dez/10)= Rokujuu(Sessenta/60)   Yon(Quatro/4)= Rokujuuyon(Sessenta e
Quatro/64)

Citação :

Hakkeshou Kaiten
(8 Triagramas Ofensivos, Giro Celestial)
Quem Usa: Hyuuga Neji , Hyuuga Hinata e Hyuuga Hiashi
Rank: B
Nota: Devido ao ponto cego que o Byakugan possui, essa técnica foi criada para suprir essa deficiência.
Nota²: Não é necessário ser Hyuuga para aprender.
Descrição: Técnica própria do Clã Hyuuga, o Shinobi (Ninja) expele Chakra por
todos os poros de seu corpo. Realizando um movimento circulatório ele
libera o Chakra, criando uma assim uma defesa perfeita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isane

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 14/02/2015

MensagemAssunto: Re: [Residência] - Isane   Sex Fev 20, 2015 1:32 am

Ninjutsus

- Byakugan (A)
- Chakra Ryuudou (D)

Taijutsus

Juuken Ryu (A)
Juukenhou - Hakke Rokujuuyon Shou (B)
Hakkeshou Kaiten (B)

7 pontos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hideki

avatar

Mensagens : 136
Data de inscrição : 08/02/2015

MensagemAssunto: Re: [Residência] - Isane   Dom Fev 22, 2015 7:36 am

@Jutsus de Isane atualizados.

Obs: Não sei qual foi sua conta exatamente mas está errada. Atualmente os pontos respectivos a cada jutsus são:

Rank A: 03 pontos
Rank B: 02 pontos
Rank C: 01 ponto

Logo realizando a somatória de seus jutsus os pontos adquiridos no treino dessa semana foram: 11 pontos.

Atenciosamente,
Hideki.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Residência] - Isane   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Residência] - Isane
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Treino Conjunto] Time 02 - Isane, Yuyuko e Lenalee

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saikai Forever :: Mundo Ninja !! :: Konohagakure no Sato :: Locais da vila :: Casas-
Ir para: